× iCasei

Baixe o App do nosso casamento e busque: carolineeeudes

Baixar

Sobre os noivos

Como é bom recordar! Conheça os detalhes da nossa caminhada até esse grande sonho do nosso casamento.

Quando nos conhecemos, nem imaginávamos que um dia tudo isso acabaria em casamento... Agora, que o dia está chegando, começa a passar um filme de tudo o que passamos para chegar até aqui. E como é bom relembrar cada pedacinho da nossa história de amor.

Amigo, vamos partilhar nossa história e você será, também, narrador dela.. Então, aproveite!

Tudo começou naquele despretensioso bar, o “boteco de Linda”, nos idos de 2009. Eudes, não acreditava nessa coisa de “amor a primeira vista”; Caroline, queria aproveitar a “vida de solteira”. Entretanto, a beleza da vida está no inesperado...

No primeiro olhar, Eudes, conta que ficou encantado quando avistou aquela linda menina de cabelo de cachinhos e saia longa hipp. Caroline, por sua vez, somente foi educada, pois, ainda trazia a timidez da menina do interior. Eles sentaram juntos porque, por ironia do destino, possuíam uma amiga em comum e naquele ambiente só havia a mesa de Eudes com sobra de 03 cadeiras.

O primeiro passo aconteceu! Trocaram olhares e conversas. Novamente, pelas “coincidências do amor”, eles iam para a mesma festa, no Clube Grapiuna!

Ele pensou: “na festa vai ficar melhor para conversar mais de pertinho”; Ela imaginou: “Será que vou me encantar pelo baixinho bom de papo!? E, se ele souber dançar?? Eu vou pagar mico!!!”

Na festa, tudo saiu mais que planejado... Dançaram (Carol, descobriu uma excelente dançarina por sinal) e após vários papos, trocaram o primeiro beijo! Todavia, nem tudo que é bom dura... E, Carol sumiu... Ela estava de táxi com horário programado para busca-la... Justamente, enquanto Eudes estava no banheiro. Sem despedir, sem trocar telefones, e sem endereço de Orkut ! Havia sido só um encontro eventual...

Passadas algumas semanas, nos acasos da vida, Eudes e Carol cruzam-se no corredor da faculdade! Total espanto!!!!! Como assim??? Exatamente isso querido amigo e convidado: eles seriam colegas de curso e de semestre em turmas diferentes! Eudes, transferido de Aracaju, esqueceu-se de falar a Carol em qual faculdade havia realizado sua matrícula... Para sorte de ambos, estavam mais próximos do que imaginado.

Muitas coincidências... Ele, não tirava aquela moça dos pensamentos. Ela, romântica, achava que ele seria seu príncipe... De pensamento para atitude, eles começaram a ter mais contato: amigos e colegas em comum, um boa noite... Ela, se ofereceu para estudar com ele na biblioteca.. Ele, para retribuir a gentileza, levava no pensionato... Trocavam SMS (amigos, naquela época não existia WhatsApp – risos altos).. E, o interesse só aumentava: amizade no Orkut, gostos comuns por praias, cachoeiras, natureza... E, de repente, ela virou correspondente (preposta) em Ilhéus, do escritório que ele era funcionário.

Pois, queridos amigos e convidados, foi no retorno da audiência da TIM, na estrada ILHÉUS – ITABUNA, que Ele parou o carro e disse: Carol, namora comigo?? Ela (que achou o pedido meio sem romantismo), não teve dúvidas... Respondeu-lhe com um beijo. Deste beijo, em 23 de setembro de 2009, começou a construção do nosso amor aqui partilhado e por muitos de vocês vivenciado.

Entre muitas viagens, acampamentos e praias, soubemos vencer diversos obstáculos que a vida ofertou. Fomos, daquele dia até hoje, companheiros e solidários um para com o outro. Estivemos juntos, na alegria, nos sorrisos, nas fotos, nas festas e, especialmente, unidos na tristeza, no descarnar de nossos entes amados (Wilker e Célia), na doença, na dificuldade...

Por tudo que compartilhamos em sete anos, não havia equívoco: éramos um para o outro! Somos tão diferentes e tão iguais. E, o nosso amor... Ahhh, o nosso amor: é uma força invencível, capaz de transformar, entender e perdoar. É por esse amor, que vamos casar! É por esse amor seremos felizes e viveremos em comunhão e cumplicidade! É por esse amor que teremos filhos! É por esse amor, que João é amado.

Então, agora, que você já sabe um pouquinho da nossa história, venha prestigiar o nosso momento de celebração de amor.

“Ama? Então, compreenda!

Ama? Então, não cobre!

Ama? Então, liberte!

Ama? Então, dê nova oportunidade!

Ama? Então, viva esse amor!”

(AMOR além... Leo Buscaglia, por Lindomar Coutinho – 2017)

 

Com todo amor e carinho,

Carol & Eudes.